Busca

quinta-feira, 10 de fevereiro de 2011

Pracas expricativas (parte 05): Rua Santa


Nossos informantes averiguaram que essa rua tem a alcunha de "Santa" pois lá aconteceu o fabuloso milagre da multiplicação dos buracos na cidade.

Todos os dias milhares de pessoas passam por essa rua, prestando suas homenagens ao local santificado, caindo em seus buracos miraculosos. Embora, naturalmente, ninguém saiba que esteja prestando as tais homenagens, acreditando que as crateras que ali estão são apenas uma improbidade da PJF... hereges!

A Igreja, que não tem o costume de santificar ruas, vielas e afins abriu essa exceção por um motivo simples: falta do que fazer...

3 comentários:

  1. Pelo que sei, a rua é Santa porque ali ocorreu um encontro fatídico entre Madame Satã - de passagem para conhecer pontos turísticos como a Floriano depois das 22h e o Stand Up Pub Club - e a Dona da Buchinha. Após uma cordial agressão verbal disparada por nossa saudosa vendedora, Madame Satã, que não leva(va) desaforo pra casa, grita: "Tu vai morreeeeeeeeer, santaaaaaa!". No mesmo instante, eis que surge, como por um milagre, o Seu Tião (que toca violão na Halfeld) e quebra seu violão na cabeça de Madame Satã!
    Tal fato explica duas coisas:
    1) o nome da rua, retirado da discussão e justificado pela aparição miraculosa do nobre paladino violeiro, à maneira de El Kabong, alter ego de Pepe Legal;
    2) o desafino do violão do Seu Tião, sem (Johnny) cash pra comprar outro.

    ResponderExcluir
  2. o seu tião é onipresente! e o johnny cash brota do chapéu dele!

    ResponderExcluir